MEDICAMENTO GENÉRICO

Atualizado: 14 de jul. de 2021

Quem nunca disse ou ouviu essa frase?

Pois é, mas não deveria ser assim. E sabe porquê?

.

O Genérico é um medicamento “similar” a um produto de referência. O que se pretende obter com este é a intercambialidade entre eles. Geralmente registrado e produzido após a expiração ou renúncia da proteção patentária ou de outros direitos de exclusividade, tem-se COMPROVADA SUA EFICÁCIA, SEGURANÇA E QUALIDADE. Ainda, deverá ser designado pela Denominação Comum Brasileira, proibindo utilizar marca.*

.

Produto de referência, supracitado, é um produto inovador cuja eficácia, segurança e qualidade também foram comprovadas cientificamente junto ao órgão federal competente, a ANVISA.*

.

Visto isso, antes de comprar o medicamento prescrito pelo médico(a), pergunte ao farmacêutico se há genérico que possa substituí-lo.

.

E qual o benefício nessa troca? O preço dos genéricos não deve ultrapassar 65% do seu medicamento referência correspondente.**

.

Sabendo que ambos tem eficácia, segurança e qualidade comprovados, por que não pagar mais barato?

.

E aí? Concordam? ;)

.

Beijo,

@barbbaravaz

.

.

Referências:

*RDC nº 200 de 2017

** Resolução SE/CMED nº 2 de 2004


#paporeg#assuntosregulatorios#regulatoryaffairs#industriafarmaceutica#medicamentos#alimentos#cosméticos

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo