COVID19

APROVADO MAIS UMA ASSOCIAÇÃO!

.

Foi aprovado pela ANVISA o uso emergencial da segunda associação de anticorpos monoclonais para combate ao novo coronavírus.

.

Em meados de abril foi aprovado os anticorpos monoclonais Casirivimabe e Imdevimabe.

.

Menos de um mês depois, temos outra alternativa para tratamento contra a Covid-19.

.

Trata-se da associação dos anticorpos monoclonais banlanivimabe e etesevimabe, que deverão ser administrados em conjunto, em dose única e em ambiente hospitalar por infusão intravenosa.

.

A infusão deve ser feita dentro de três dias do teste viral positivo e até dez dias após o início dos sintomas.

.

A indicação é para formas leve a moderada, em adultos e crianças com 12 anos ou mais e que pesem pelo menos 40 quilos, e que apresentam alto risco de progressão da doença para a forma grave ou que possa levar à necessidade de internação.

.

Outra informação é que a associação não deve ser usada em pacientes que já estejam hospitalizados com Covid-19 ou que necessitem de oxigênio ou ventilação mecânica em seus tratamentos.

.

As indicações e a f

orma de tratamento são praticamente as mesmas da associação de anticorpos monoclonais anteriormente aprovadas pela Agência. A maior diferença entre os medicamentos é que o banlanivimabe e o etesevimabe não demonstraram capacidade de neutralizar a variante brasileira do novo coronavírus, que hoje é a cepa que prevalece no país.

.

Porém, a Anvisa entendeu que se trata de um medicamento estratégico, com perfil de segurança favorável e dados relevantes no tratamento da Covid-19.

.

Assim, as associações de anticorpos monoclonais casirivimabe + imdevimabe e banlanivimabe + etesevimabe formam, com o Rendesevir, o trio de medicamentos com indicação aprovada para o tratamento da Covid-19 no país.

.

Mais uma dose de esperança contra a pandemia, não é mesmo?

.

Bjs,

@kelbiany_ferreira


Fonte: site Anvisa


#paporeg#regulatoryaffairs#assuntosregulatórios#anvisa#covid

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

COVID19

COVID19

COVID19